PARÁ-  O Governo do Estado fez, de novo, uma compra com suspeita de superfaturamento com dispensa de licitação. Dessa vez, foram gastos quase R$2 milhões em garrafas pet vazias. O contrato da compra está disponível no Portal da Transparência Covid-19.

Com o objetivo de envasilhar álcool etílico 70%, 1.140.000 (um milhão cento e quarenta mil) recipientes de 240mL foram comprados no valor de R$ 1.710.000,00. Sendo assim, cada unidade saiu por R$1,50.

A compra foi realizada no dia 24 de março e a empresa contemplada é de Ananindeua, Marcoplas Comércio de Móveis LTDA.

No contrato, o Governo aponta que, o valor unitário pago pelas garrafas foi o menor entre os orçados. Foram consultadas outras cinco empresas, além do Painel de Preços do Governo Federal, e a média dos valores unitários apresentada na cotação foi de R$2,59.

Entretanto, o digital influencer David Mafra, que também denunciou a suspeita de superfaturamento em sua conta no Instagram, contou que fez o orçamento com outra empresa e o valor por cada garrafa sairia por R$0,49 centavos.