Manaus –  A cada aparição pública, Amazonino Mendes (Podemos), aos 81 anos, tenta esconder sua natural fragilidade e o crítico estado de saúde que enfrenta desde os 58 anos. Quando questionada, a equipe de Amazonino informa que a ausência do candidato à prefeito de Manaus, trata-se de uma “estratégia de marketing”, mas não é verdade.

Além de falar a verdade sobre Amazonino Mendes, o Portal CM7 traz dados sobre a administração “duvidosa” ao longo de sua trajectória política no estado do Amazonas. Confira:

No ano de 2012 quando Amazonino completou 73 anos, ele se ausentou da cidade para realizar uma grave cirurgia no coração, passando 49 dias internado no hospital Sirio-libanês em São Paulo (SP).

Na época, Amazonino disse que não era necessário ficar na cidade de Manaus para administra-la.

Veja

Como prefeito de Manaus, ele foi avaliado entre os 10 piores prefeitos em ranking de capitais do país e ocupou a posição do 17°  lugar em uma classificação de 26 prefeitos. Quem afirma é a própria população.

Na edição  23 de setembro de 2012 do Jornal A Crítica, a população classificou a administração de Amazonino como “péssima”.