Amazonas – No dia 31 de março de 2017, moradores da cidade de Manaus e dos municípios de Manacapuru, Iranduba e Presidente Figueiredo ficaram sem energia por pelo menos 4 horas devido ao apagão que ocorreu no serviço de energia da Amazonas Energia.

A decisão foi concedida pela juíza da 1ª Vara Federal Cível, Jaíza Maria Pinto Fraxe, que condenou o pagamento de R$ 8,1 milhões e danos morais além de indenização no valor de R$ 200 na conta de cada consumidor afetado pelo ocorrido naquele ano.

Em defesa, a Amazonas Energia informa “não há prova de efetivo prejuízo”. No entanto, a juíza discordou e sustentou a sentença. “Sem energia, imediatamente ficam comprometidos o fornecimento de água e internet”, salientou Jaíza Maria.

A empresa Amazonas Energia ainda pode recorrer à decisão e o pagamento de R$ 8,1 milhões deve ser destinado ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor, caso o recurso seja indeferido.

Tags: , , , ,