Irresponsabilidade – Os médicos Petrônio Quintelo e Mariléia Martins vão ser investigados por divulgação de fake news. De acordo com o diretor do hospital Adriano Jorge, eles usaram rede social para fazer falsa denúncia.

Na noite deste sábado (4), os médicos espalharam vídeo afirmando que o hospital não tem EPI para os profissionais. Os EPI são equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas, batas e outros. O diretor afirma que o hospital Adriano Jorge não atende suspeitos de contaminação pelo coronavírus porque existe unidade própria para isso.

Como resultado do ato dos médicos, Oliveira afirmou que o caso será apurado para “imputar aos seus responsáveis as responsabilidades funcionais, cíveis e criminais”.

Veja o vídeo: 

O médico deixou de atender um paciente que estava com outro tipo de sintoma, tinha apenas teve reação alérgica a um antibiótico.