A partir de segunda, supermercados só poderão vender bebida, comida e produtos de higiene

Por Rodrigues em 23 de janeiro de 2021 às 16:58 | Atualizado 23 de janeiro de 2021 às 16:58

Pelo decreto do Governo do Amazonas que começa a valer nesta segunda-feira, os supermercados terão limitação daquilo que poderá ser vendido. “Foi definido  que só será permitida a venda de produtos de higiene, limpeza e alimentação nos supermercados, padarias e feiras, e de medicamentos, produtos farmacêuticos e de higiene nas drogarias e farmácias, sendo vedada a comercialização de qualquer outro tipo de produto, como forma de reduzir a circulação de pessoas nestes espaços.”

A medida visa diminuir o número de pessoas nas ruas. “Para isso, os estabelecimentos terão que restringir o acesso aos produtos cuja venda está suspensa. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Drogas do Amazonas (Sindrogas), Alarico Rodrigues, garantiu que a entidade vai atuar para que as drogarias cumpram as restrições de venda. ”

O presidente da Associação Amazonense de Supermercados (Amase), Bruno Braga, afirmou que a rede está abastecida e que os estabelecimentos respeitarão as medidas de prevenção. “Entendemos que o objetivo maior da medida é que as pessoas diminuam a necessidade de sair das suas casas. Por isso, comprem o que tiver que comprar, mas não é preciso fazer estoque de nada”, reforçou.

 

Deixe seu comentário