CM7

 
Manaus, 23 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / 700 mil pessoas na marcha pra JESUS em Manaus que passa a ser patrimônio cultural imaterial do Amazonas

700 mil pessoas na marcha pra JESUS em Manaus que passa a ser patrimônio cultural imaterial do Amazonas

Da redação | 25/06/2016 21:56

A 23ª edição da Marcha Para Jesus iniciou pouco antes das 15h deste sábado (25). Nem a chuva que caiu em Manaus atrapalhou o início do evento. Milhares de pessoas se concentraram na Praça da Saudade, Centro, e seguiram em caminhada até o Sambódromo da capital, onde acontecerão os shows musicais.

VEJA FOTO DA 23ª MARCHA PARA JESUS REALIZADA EM MANAUS

De acordo com a Ordem dos Ministros Evangélicos do Amazonas (Omeam), o tema deste ano é ‘Unidos nas mãos de Deus’. O objetivo é refletir sobre o momento de instabilidade política e econômica que atinge o Brasil.

Após a concentração, os fiéis seguiram pela rua Ferreira Pena, em direção à avenida Ayrão. O trajeto conta ainda com as avenidas Constantino Nery e Pedro Teixeira.

“Precisamos, como igreja, orar pelo país e pelo mundo para que haja paz. Em dias em que vemos filhos matando pais e pais contra os filhos, aumento no índice de criminalidade nacional, precisamos nos unir e pedir a Deus por mudanças. Convido a todos, evangélicos ou não, a estarmos juntos nesta mobilização de fé”, disse o presidente da Omeam, Sadi Caldas.

O ponto final do evento é o Sambódromo de Manaus, na Zona Centro-Oeste. Shows serão realizados no local.

Algumas pessoas participaram do evento pela primeira vez. Entre elas, o agente de portaria William Monteiro, de 26 anos. Ele foi convidado pela esposa Mayara Silva, de 22 anos. “Ela me chamou e eu quis vir para saber como era”, disse.

William participou da marcha após um convite da esposa Mayara (Foto: Rickardo Marques/G1 AM)

Mayara participa pelo segundo ano consecutivo. “Essa é a segunda vez que venho. Estamos na presença de Deus aqui e isso é uma coisa maravilhosa para nós”, conta.

O pizzaiolo Heliomar Muniz, de 33 anos, levou o filho Asafe Benjamim, de 5 anos. Ele explica que o nome do filho teve como origem um trecho da bíblia e avalia a atual situação do povo brasileiro. 

“Deus tem derramado bênçãos sobre seu povo. É preciso que haja uma disponibilidade primeiro do ser humano para viver em paz um com o outro e segundo, ele precisa entender que sem Jesus não tem mudança para nossa nação. Independente do credo”, acredita Heliomar.

Voltar Avançar
Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA