Fundação Alfredo da Matta realiza Campanha de Prevenção ao Câncer de Pele neste sábado - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas

Adsense Responsivo

Fundação Alfredo da Matta realiza Campanha de Prevenção ao Câncer de Pele neste sábado

Postado por Marcus Barros - 29/11/2018 11:33    

Saúde – A Fundação Alfredo da Matta (Fuam), unidade da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), realiza neste sábado (1º/12), das 8h às 14h, a campanha de prevenção ao câncer de pele, com o tema “Se exponha, mas não se queime”, dedicado ao Dezembro Laranja. A Fuam será uma das sedes da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, promovida em todo país pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). No Amazonas, a campanha tem a parceria do Ambulatório Araújo Lima/Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), unidade da rede estadual de saúde.

Segundo a presidente da SBD/AM e médica dermatologista da Fuam, Monica Santos, serão ofertados exames preventivos de pele gratuitos à população. A ação conta com a participação de dermatologistas, enfermeiros, técnicos e profissionais de apoio, nas três unidades. “Serão atendidos aqueles que tiverem lesões suspeitas de câncer de pele. Porém, todos que buscarem atendimento receberão informações sobre prevenção, proteção solar e cuidados com a pele”, explica Monica Santos.

Sobre o câncer de pele – De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem ao câncer da pele. No Amazonas, dados da Fundação Alfredo da Matta apontam 408 casos da doença diagnosticados na instituição em 2017. Até setembro deste ano, foram confirmados 308 casos. A estimativa para o biênio 2018/2019 é que mais de 165 mil novos casos de câncer da pele não melanomas sejam diagnosticados.

O câncer de pele se caracteriza pelo crescimento anormal das células da pele e, dependendo da camada afetada, o paciente pode apresentar diferentes tipos da doença: os carcinomas do tipo Basocelular, Espinocelular (mais comuns) e o Melanoma, o tipo mais agressivo.

Podem ser sinais da doença as lesões na pele, inicialmente semelhantes a uma espinha que não cicatrizam ou crescem lentamente; que com o passar do tempo podem sangrar espontaneamente ou formar pequenas feridas; alterações em pintas pretas ou acastanhadas, como mudança na cor ou textura, bordas irregulares e alteração de tamanho de manchas ou sinais.

Fatores e proteção – Os principais fatores de risco para o desenvolvimento desse tipo de câncer são histórico familiar; pessoas de pele e olhos claros, com cabelos ruivos ou loiros; que trabalham frequentemente expostas ao sol, sem proteção adequada; exposição prolongada e repetida ao sol na infância e adolescência.

Para proteger a pele é recomendado usar roupas com mangas longas e chapéus com abas largas, além de óculos, guarda-sol e não esquecer o protetor solar. Deve-se evitar a exposição solar prolongada sem a devida proteção.

Visitar regularmente um dermatologista para prevenção também é aconselhável, pois quanto mais cedo for detectado o câncer de pele, maiores são as chances de cura.

Campanha na Fuam – Em 2017, somente na Fuam foram realizados 823 exames dermatológicos, 508 consultas, com identificação de 45 casos novos de câncer de pele e encaminhamento dos pacientes para atendimento na própria instituição.

Os atendimentos ao câncer de pele na Fuam são realizados pela Gerência de Cirurgias. Dados parciais de 2018 apontam que no 1º semestre do ano foram realizadas 493 cirurgias de tumores malignos da pele, sendo 444 do tipo carcinoma basocelular; 29 do tipo carcinoma espinocelular; e 20 em casos de câncer do tipo melanoma.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7