Cultura e respeito marcam terceira edição do Arte Comunidade - Portal CM7

Adsense Responsivo

Cultura e respeito marcam terceira edição do Arte Comunidade

24 de maio de 2018 0 por Marcus Barros

Cultura e respeito marcam terceira edição do Arte Comunidade

Fotos: Karla Vieira / Manaus Solidária

Manaus – Há 134 anos Manaus entrava para a história como a segunda cidade brasileira a assinar a abolição de seus escravos, no dia 24 de maio de 1884. Para celebrar data tão importante e como forma de conscientizar sobre o respeito ao negro, à sua identidade cultural e à igualdade intrínseca a todo ser humano, a terceira edição do projeto Arte Comunidade foi especial, ao abordar o tema “Contando e Recontando a Abolição”.

Promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com o Fundo Manaus Solidária, o Arte Comunidade é um projeto que leva cultura, entretenimento e mensagens de cidadania a estudantes de escolas públicas municipais, a usuários dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e de outros projetos sociais existentes em Manaus.

Nesta edição, realizada no Les Artistes Café Teatro, Centro, na quarta-feira, 23, participaram 60 estudantes das escolas municipais Antônio Matias Fernandes e Vicente de Paula. Atentos a apresentação do conto africano “A história da galinha de Angola”, montado pelos recreadores do Parque Cidade da Crianças, os alunos obtiveram referências sobre a luta negra pelo reconhecimento de sua identidade cultural, social e histórica.

Para a estudante da escola Vicente de Paula, Karine Gonçalves, 14 anos, o assunto deveria ser mais abordado nas escolas e em público, por isso a iniciativa é importante e pode ajudar muitos alunos a aprenderem mais sobre respeito e igualdade, independente, da cor da pele e do tipo de cabelo.

Trabalho multidisciplinar

Conforme a professora de educação física da escola Antônio Matias Fernandes, Renata Araújo a apresentação foi muito válida e um crescimento para todos, especialmente porque utiliza o lúdico para ensinar as crianças como impedir o preconceito, o bullying e incentiva o respeito ao outro sempre.

As máscaras com referências africanas que ambientaram o Les Artistes Café Teatro foram confeccionadas pelos alunos da escola Antônio Matias Fernandes, sob a coordenação da professora de artes Doriana Rudiah.

Valores

Vice-presidente do Fundo Manaus Solidária, Mônica Santaella ressaltou que a edição especial sobre a abolição da escravatura foi uma orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto e da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro com o intuito de enfocar valores da convivência em sociedade, igualdade entre as pessoas, fraternidade e respeito.

Subsecretário da Semjel, Milton Silva enalteceu as parcerias com o Fundo Manaus Solidária, Semed, Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), que permitem a realização do Arte Comunidade. Segundo ele, essa transversalidade possibilita a inserção escolar e a integração com a comunidade.