15 milhões de brasileiros sobrevivem com renda de até R$ 140 por mês
Manaus - Amazonas - 02:05
16 de Julho de 2019

Banner +100 milhoes


15 milhões de brasileiros sobrevivem com renda de até R$ 140 por mês


O relatório ‘O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo 2018′, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), mostrou o aumento da fome no Brasil e no mundo.

Segundo o documento, 821 milhões de pessoas passavam fome no mundo em 2017. Desse total,5,2 milhões de pessoas viviam no Brasil. O equivalente a 2,5% da população do país.

E vale lembrar que Brasil só saiu do mapa da fome em 2014, quando o índice de pessoas ingerindo menos calorias que o recomendado caiu para 3% da população.

relatório ‘Síntese de Indicadores Sociais – Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira 2018’, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ajuda a confirmar a gravidade do problema no país.

Considerando pessoas de todas as faixas etárias, 54,8 milhões de brasileiros viviam em situação de pobreza em 2017, isto é, tinham menos de R$ 406 por mês para sobreviver. A situação é pior para 15 milhões de brasileiros, que sobrevivem com renda de até R$ 140 por mês.

O estado brasileiro com maior proporção de pessoas em situação de pobreza é o  Maranhão, onde 54,1% da população vive com até R$ 406 por mês.

Outro dado do estudo do IBGE é que um dos grupos mais vulneráveis à pobreza no Brasil é o formado por chefiados por mulheres sem cônjuge com filhos de até 14 anos de idade (56,9% das pessoas em domicílios com esse tipo de arranjo vivem na pobreza). E, se o responsável desse tipo de domicílio (monoparental com filhos) é uma mulher preta ou parda, a incidência de pobreza sobe ainda mais e chega 64,4%.

A pobreza também atinge mais as crianças e os adolescentes de até 14 anos de idade (43,4%) e homens e mulheres pretos ou pardos.

Fonte Observatório

Deixe seu like:

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA