Homem que jogou água quente no ouvido da namorada tem prisão preventiva decretada - Portal CM7
 

CM7

 
Manaus, 24 de novembro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Estilo / Amor & sexo / Homem que jogou água quente no ouvido da namorada tem prisão preventiva decretada

Homem que jogou água quente no ouvido da namorada tem prisão preventiva decretada

Da redação | 20/09/2017 00:19

Jeferson Rios da Silva, de 22 anos, que prestou depoimento na manhã desta terça-feira (19) alegando legitima defesa e foi liberado, ele passou agora oficialmente a ser procurado pela polícia local. No último sábado (16), durante uma briga, ele jogou água quente no rosto da então companheira de 20 anos, por conta de ciúmes.

Segundo o policial civil, foram feitas buscas por Jeferson, mas não foi localizado.O suspeito encontrava-se foragido.

O caso aconteceu na noite de sábado (16), no município de Presidente Figueiredo (distante 117 km de Manaus). O estado de saúde é estável.

De acordo com informações, Jeferson Rios da Silva, de 22 anos, jogou a água quente no ouvido da sua namorada Juliane Lima Barbosa, de 20 anos, após uma discussão. Ele tinha fervido água e escondido embaixo da cama, no momento da discussão do casal, arremessou a água na mesma. O crime aconteceu na casa onde moravam, no bairro Galo da Serra.

Depois da ação criminosa, Jeferson fugiu em sua motocicleta em direção à BR 174, não sendo mais visto desde então.

Enquanto o agressor empreendia fuga, a vítima foi levada ao Hospital Municipal Eraldo Neves Falcão no mesmo município e depois transferida para o Hospital de Manaus. Ela teve queimaduras de segundo e terceiro grau no rosto, ombro e braços da jovem foram atingidos, sendo mais grave a região do rosto próximo à orelha, que pode vir a ter sequelas irreparáveis.

Uma amiga seguiu à Delegacia para prestar queixa sobre o ocorrido. O casal mantinha um relacionamento conturbado com Jeferson, com diversas idas e vindas, era bastante ciumento, o que motivava discussões frequentes, já tendo sofrido agressão física por parte dele, caso este exposto nas redes sociais.

O caso causou comoção na cidade com centenas de manifestações de solidariedade a Juliane nas redes sociais. Seu pai, um empresário da área de turismo muito conhecido na cidade, Daniel Silva Barbosa, desencadeou uma campanha na tentativa de localizar o autor do delito, solicitando a todos que colaborem com informações que possam ajudar a localizar o criminoso.

Este tipo de agressão covarde não pode ficar impune e, é este o clamor da sociedade figueiredense que torce pela prisão de Jeferson Rios, para que ele venha responder na justiça por seu ato criminoso.

 

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA