Rio de Janeiro – As torcidas organizadas do Flamengo se reuniram e divulgaram neste domingo um protesto contra a postura da diretoria com as famílias dos 10 meninos mortos no incêndio do Ninho do Urubu. A manifestação acontecerá na noite desta segunda-feira, na Praça Claudio Coutinho, próxima da sede do clube, na Gávea.

Neste sábado, a diretoria do Flamengo permitiu a entrada da família de Pablo Henrique no CT, com flores e velas. Inicialmente, eles não poderiam acessar o Ninho no horário, mas após insistência, o CEO do Fla, Reinaldo Belotti, permitiu a entrada, sem a presença da imprensa.

Entretanto, as famílias de Christian Esmério e Jorge Eduardo foram barradas, por não terem solicitado autorização anteriormente. Também neste sábado, os dirigentes do Flamengo foram à uma missa em homenagem aos 10 meninos, na igreja de São Judas Tadeu, no Cosme Velho, na Zona Sul do Rio.