Esportes – Se aumentam as informações sobre a saída de Messi do Barcelona no início da janela de mercado de verão na Europa, Neymar trata de fechar qualquer ventilação de novos ares para si. Em entrevista exclusiva para a revista mensal do Paris Saint-Germain, publicada nesta segunda-feira, o atacante brasileiro reafirma à torcida do seu clube que fica na próxima temporada.

– Vou ficar no PSG na próxima temporada. Fico com a ambição de chegar à final da Liga dos Campeões novamente, e desta vez ganhá-la. Gosto da ideia de fazer tudo ao meu alcance para colocar meu nome nos livros de história do clube – disse Neymar.

Para promover a entrevista nas redes sociais, a revista destacou e usou a expressão em espanhol que entrou para a história em 2017, quando o zagueiro espanhol Piqué compartilhou foto ao lado de Neymar e botou na legenda que o craque ficaria no Barcelona, a despeito dos rumores da negociação que o levou para o PSG. Agora, é o brasileiro que mostra a diferença entre o clube espanhol e francês, de força econômica, organização e, sobretudo, suporte à pressão:

“Hoje nós temos um clube forte. Cheguei a um estágio em que acho normal ter que viver sob toda essa pressão, não só é normal, mas eu amo isso também! – disse Neymar, complementando: “Gosto de desafios, tempos complicados, adversidades, realmente me sinto muito confortável com tudo isso”

De folga desde a derrota para o Bayern de Munique na final na Liga dos Campeões, no domingo retrasado, Neymar postou no último fim de semana registros do período que passa em Ibiza com seus amigos e o filho Davi Lucca. Período de descanso para reforçar a confiança em suas escolhas:

“Deixamos a cidade com o sentimento renovado e confiamos na nossa capacidade de ganhar um jogo para escrever uma história ainda mais bonita aqui no clube”, disse Neymar na entrevista.

A reapresentação do PSG está marcada para quarta-feira que vem. A estreia do time no Campeonato Francês é só no dia 10 de setembro, diante do Lens, depois da interrupção do calendário para os jogos de seleções europeias pela Liga das Nações.

Com informações do Globo Esporte