Manaus (AM) – Na última segunda-feira (19/10) o Manaus Futebol Clube venceu o Botafogo-BP e voltou a respirar no grupo A da Série C. A equipe está agora com 14 pontos e a três do G4. E um dos destaques da vitória, o meia Daniel Costa, celebrou em grande estilo. A oportunidade render seu primeiro gol com a camisa do Manaus, além da vitória na competição.

O meia teve participação direta em dois gols. Fez a cobrança de escanteio que resultou no gol de cabeça de Hamilton e fez um de falta. Aliás, a bola parada é sua especialidade e, ao ser contratado, tinha avisado que poderia ajudar o Gavião nesse quesito.

– Graças a Deus (conseguiu o gol). Falei né, que minha característica era essa (na bola parada). E não adianta você ter um dom e não trabalhar em cima dele. Então eu tenho trabalhado insistentemente nessa questão de bola parada. Tanto frontal, cruzamentos e escanteios. E graças a Deus hoje a gente conseguiu com esse aspecto, com essas características, ganhar o jogo. Feliz por ter ajudado, mas é mais importante a vitória do grupo. A gente precisava dessa vitória – destacou Daniel Costa.

O meia, que após a derrota para o Vila Nova, havia dito que seria importante conseguir o resultado positivo justamente nesses dois jogos em casa, contra Botafogo-PB e Jacuipense-BA. Com a vitória no primeiro, Daniel foca contra o próximo rival, no sábado (24/10), em outro duelo direto em busca do G4.

“Eu tinha falado na semana passada que esses dois jogos iam definir muito pelo que a gente ia brigar no campeonato. Então nós conseguimos dar o primeiro passo. Agora já começar pensar na Jacuipense-BA, que é um adversário direto também. E a gente jogando em casa nós temos que respeitar mas impor o ritmo da maneira que nós fizemos hoje porque se a gente vencer, a gente vai estar ali perto do pelotão da frente”, Daniel Costa.

Na partida, o Manaus abriu 3 a 0 no primeiro tempo e conseguiu a vitória por 3 a 2. Mas na segunda etapa foi pressionado pelo Botafogo-PB. Para Daniel Costa, a tensão é algo normal e destaca que o rival tem jogadores de qualidade.

“- E a gente sabia que eles iriam vir para cima. Mas nós soubemos sofrer. Isso mostra também a maturidade da equipe. Então valeu pelos três pontos. Lógico que quando você ganha para fazer as correções é muito mais fácil. Sabemos que temos que melhorar, mas falamos antes do jogo que tínhamos que vencer. Então vencemos e agora é descansar hoje e amanhã já começar pensar no jogo de sábado” – completou.

Com um gol e uma assistência, Daniel Costa foi um dos destaque da partida, assim como Hamilton, que marcou dois, e recebeu elogios do camisa 88. Seria o parceiro ideal de ataque?

“- É, pela altura, o Hamilton é um cara que ataca bem a bola. Nós temos treinado bastante isso. Temos outros jogadores também que têm cabeceado bem. Mas aquele gol no início já dá uma tranquilidade maior e depois saiu o segundo. Então isso é fruto de treinamento. A gente tem treinado bastante. A gente está se conhecendo ainda. Eles estão conhecendo o jeito que bato na bola, mas já feliz por ter saído um gol e isso dá mais confiança para a gente continuar trabalhando” – completou.

O próximo duelo do Manaus na Série C ocorre no sábado (24/10), às 16h (17h de Brasília), na Arena da Amazônia. A partida contra o Jacuipense-BA é válida pela 12ª rodada da Série C. O rival está na quinta posição, com 16 pontos, dois a mais que o Gavião.

* Colaboração da assessoria de imprensa do Manaus FC