Futebol – O atacante do CSA, Walter vai ter que enfrentar os tribunais. Ele foi indiciado pelo crime de ameaça e agora vai precisar se explicar no 11º juizado criminal de Maceió por apontar uma arma falsa para dois funcionários da Eletrobras.

Com base no Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), assinado na delegacia de flagrantes, Walter foi indiciado pela Polícia Civil de Alagoas. Os nomes dos dois eletricistas ameaçados pelo jogador estão sob sigilo.

A companhia energética de Alagoas emitiu nota oficial nesta sexta e informou que prestou total assistência aos dois eletricistas que estiveram no apartamento do jogador para efetuar o corte no fornecimento de energia elétrica e reiterou que considera as ameaças inadmissíveis.

Ameaça a colaboradores da Eletrobras

A Eletrobras Distribuição Alagoas informa que deu assistência necessária aos dois prestadores de serviço que foram ameaçados na sexta-feira (31) com uma arma de brinquedo, ao realizarem uma suspensão de fornecimento de energia no apartamento do jogador Walter Henrique da Silva, localizado no bairro da Ponta Verde. Neste dia, os eletricistas foram à Central de Flagrantes prestar os esclarecimentos sobre o caso à Polícia. A Eletrobras considera inadmissíveis ameaças a colaboradores e sempre atuará no combate desse tipo de atitude.

Fonte: Globo Esporte.