Um gol e nenhuma assistência após 990 minutos: Vitinho tem início longe do sonhado no Flamengo - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas

Adsense Responsivo

Um gol e nenhuma assistência após 990 minutos: Vitinho tem início longe do sonhado no Flamengo

Postado por Marcus Barros - 19/09/2018 11:34    

Futebol – Ovacionado por um Maracanã com quase 60 mil torcedores na sua chegada ao Flamengo, Vitinho começa a ouvir gritos ainda mais altos de grande parte dos rubro-negros menos de dois meses depois de pousar no Rio de Janeiro. O tom não é mais festivo e as palavras são de cobrança.

Presente em todos os jogos após sua apresentação oficial, no dia 30 de julho, o atacante soma apenas um gol e nenhuma assistência em 990 minutos com a camisa do Fla. Muito pouco para uma contratação de 10 milhões de euros, a mais cara da história do clube.

Contratado após a saída de Vinicius Junior, Vitinho ainda não conseguiu fazer o torcedor se esquecer do prata da casa. Já são 14 jogos pelo Flamengo, sendo que em apenas três ficou em campo durante os 90 minutos. Nesse período – por Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores -, o Rubro-Negro conseguiu cinco vitórias, cinco derrotas e quatro empates, um aproveitamento de 45,2%.

Vinicius se transferiu para o Real Madrid em julho passado. Nada que pegasse o Flamengo de surpresa. A negociação estava concretizada desde maio de 2017. Para o lugar do xodó criado na base, o clube trouxe Vitinho, que não tem exatamente as mesmas características. Por isso também, o jogador de 24 anos ainda não conseguiu se adaptar ao esquema de Maurício Barbieri e mostrar o que a torcida espera dele.

Na última temporada do CSKA, o camisa 14 se destacou: participou de 46 dos 47 jogos oficiais que a equipe realizou e marcou 11 gols. Antes, entre 2015 e 2016, marcou 29 gols em 96 jogos pelo Internacional, onde também teve momentos de irregularidade. Por que ainda não deslanchou no Fla?

Vinicius Junior tornou-se protagonista no Flamengo e conquistou a nação rubro-negra. No estilo quebrador de linha, o ex-camisa 20 encarava a marcação, partia para o drible e ajudava a descomplicar o jogo quando os cariocas precisavam. Mais aberto na ponta esquerda, buscava a linha de fundo e os cruzamentos. Chegava ainda para finalizar e deixou o time com 10 gols na temporada.

Vitinho também tem a característica de drible, confronto com marcador e velocidade. E gosta de fazer gols, tanto que a finalização é sua principal marca. Mas foi melhor na carreira quando jogou mais livre. O atacante vai precisar de um tempo para se adaptar ao esquema de Barbieri. Ou isso ou o técnico muda o estilo da equipe para que Vitinho se encaixe melhor.

Fonte: Globo Esporte

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7