Para muitos ainda é difícil de acreditar, mas Daniel Alves é do São Paulo. Apesar de não ter o poderio econômico dos clubes europeus, o Tricolor paulista conseguiu convencer o capitão da seleção brasileira na Copa América a voltar a jogar no futebol nacional. Os motivos para o lateral direito ter aceitado o projeto apresentado pelo clube do Morumbi vão do sonho de infância ao convívio com os filhos.
Segundo apuração, as conversas com o jogador começaram a se intensificar durante o torneio continental, quando a equipe do técnico Tite treinou no CT da Barra Funda. Executivo de futebol, Raí passou a capitanear as operações. Longe de viver um momento positivo financeiramente, o clube desenvolveu um plano para capitalizar recursos que contava com parceiros.