A decisão do Flamengo de dar a mais alta prioridade de compra dos ingressos para a semifinal da Libertadores contra o Grêmio para os sócios-torcedores que fecharam o pacote do Brasileiro deste ano irritou alguns apoiadores mais antigos.

Como anunciou o clube, com a aquisição do Pacote do Brasileirão, o torcedor passa a fazer parte do nível Sempre Contigo e tem “prioridade 1” na compra de ingressos. Esta prioridade foi exercida desde as 16h desta quarta-feira, quando as vendas foram abertas.

Houve uma série de reclamações nas redes sociais do programa Nação Rubro-Negra. Alguns torcedores receberam retorno do Flamengo, que alegou se tratar de uma “ação pontual” em busca de maior interatividade. De acordo com o clube, com o fim da ação as regras de prioridade voltam a ser as mesmas.


“Quando estavam vendendo os planos, o + Paixão teria a preferência número 1 na compra. Quando começou a venda do pacote, achei ótima, comprei o pacote dos jogos do Brasileirão, e quando fui comprar para jogos da Libertadores, igualaram a prioridade. Ou seja, o sócio torcedor assíduo tanto financeiramente quanto de assiduidade, foi equiparado àqueles que pagaram 300 reais no plano sempre contigo. Numa boa, está tudo errado. O clube tem que priorizar os sócios assíduos tanto financeiramente quanto aqueles que acompanham o clube e vão aos jogos”, afirmou um torcedor que comprou o plano + Paixão em 2013, que não quis se identificar.