Futebol – Desgaste, pressão e indefinição. Mauricio Barbieri vive situação muito delicada no Flamengo. E a perna inquieta, balançando a cada resposta durante a entrevista coletiva após a eliminação, deixava claro isso.

A derrota para o Corinthians, que eliminou o clube da Copa do Brasil, elevou a pressão pela demissão a níveis quase insustentáveis. E nem mesmo Eduardo Bandeira de Mello banca a permanência.

O mesmo presidente que há 10 dias, após o empate com o Vasco, tratou como absurda a pergunta sobre o futuro do treinador, se calou diante de questionamento objetivo. O episódio aconteceu durante entrevista coletiva do treinador, também acompanhada por Ricardo Lomba. Com informações Globo Esporte.