Futebol – O ciclo vitorioso e histórico de Cristiano Ronaldo no Real Madrid chegou ao fim. Como já vinha sendo especulado pela imprensa craque português foi anunciado pela Juventus como reforço da equipe italiana. Depois de vários dias de especulações na imprensa, o martelo foi batido e o artilheiro agora é jogador da Velha Senhora.

Cristiano Ronaldo chegou ao Real Madrid, em 2009, com status de craque, vencedor da Liga dos Campões com o Manchester United e com o título de Melhor do Mundo. Apesar disso, ainda não tinha o espaço e a liderança das últimas temporadas.

Cerca de 85 mil pessoas recepcionaram o então jogador de 24 anos na segunda-feira, 6 de julho de 2009, no Estádio Santiago Bernabéu. Os merengues pagaram 94 milhões de euros (R$ 431,6 milhões na cotação atual) e viram o investimento se transformar em títulos, quebra de recordes e glórias para o clube.

Foi um casamento de exatos nove anos, desde a apresentação em Madri ao anúncio da Juventus. Durante os 3.291 dias em que Cristiano Ronaldo defendeu a camisa do Real Madrid, o craque ajudou o clube a reconquistar a Europa, com quatro títulos de Liga dos Campeões. Ainda se tornou o maior artilheiro da história do clube, com 450 gols em 438 jogos: média de 1,02 gols por partida.

Por ironia do destino, a próxima casa de Cristiano Ronaldo é justamente uma das maiores vítimas do atacante. O artilheiro marcou gols em todas as sete vezes que jogou contra os Bianconeros. Ao todo foram dez gols, incluindo a bicicleta no jogo de ida das quarta de final da última Champions League.

GloboEsporte

Veja mais: Barcelona define data para apresentação oficial do meia Arthur