Brasil vence Uruguai por 4×1 em jogo emocionante na Arena da Amazônia

Por Letícia Souza em 14 de outubro de 2021 às 23:05 | Atualizado 14 de outubro de 2021 às 23:05

Manaus – A seleção brasileira voltou a jogar bem depois de duas partidas sonolentas e venceu o Uruguai hoje (14), por 4 a 1, pela 12ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar. Os gols na Arena da Amazônia foram marcados por Neymar, Raphinha (duas vezes) e Gabigol, enquanto Suárez descontou em cobrança de falta.

O resultado isola ainda mais o Brasil na liderança das Eliminatórias com os 31 pontos da campanha invicta de dez vitórias e um empate. Ainda não há pontuação suficiente para a classificação ao Mundial de 2022, mas não deve demorar — ainda mais se o nível de desempenho se mantiver próximo do que foi visto em Manaus. O Uruguai fica em quinto na tabela, na zona da repescagem.

O futebol de seleções encerra a temporada 2021 na América do Sul com mais duas rodadas das Eliminatórias em novembro, nos dias 11 e 16. O Brasil enfrenta Colômbia (em São Paulo) e Argentina (em San Juan); enquanto o Uruguai tem pela frente a mesma Argentina (em casa) e também a Bolívia (como visitante).

Gols

Neymar abriu o placar aos nove minutos do primeiro tempo, depois de uma jogada individual de Raphinha e passe de cinema de Fred por cima da zaga uruguaia. O segundo saiu aos 17, com drible de Lucas Paquetá e finalização de Neymar que gerou rebote para Raphinha. O mesmo Raphinha anotou o terceiro aos 12 minutos do segundo tempo, após jogada construída por Neymar e Gabriel Jesus.

Luis Suárez conseguiu diminuir numa cobrança de falta perfeita aos 31 minutos. Até certo ponto, foi uma compensação à tentativa do técnico Oscar Tabárez de reorganizar o time no segundo tempo. Depois do baile brasileiro no primeiro tempo, ele voltou para a etapa final com novos laterais nos dois lados e com Torreira no meio-campo, tentando melhorar a marcação.

Mas ainda deu tempo de Gabigol completar a festa do Brasil diante dos uruguaios. A bela cabeçada inicialmente chegou a ser anulada pelo árbitro, com a marcação de impedimento. Mas a checagem no VAR corrigiu o equívoco em campo e sacramentou a goleada.

* Com informações da Uol

Deixe seu comentário