Esporte – O lutador David Silva de Souza, de 36 anos, morreu na manhã de sábado (13), quatro dias depois de ser esfaqueado no balneário “Cacimba”, no Conjunto Satélite, em Belém, na madrugada do último dia 9.

A informação foi confirmada pelo técnico de David, Thiago Luiz, o “Negão” e por colegas de treino, todos marcados pelo luto da morte prematura do atleta. “Perdemos um irmão de equipe. O céu ganhou uma estrela, pois era isso que ele era”, disse Thiago.

Na ocasião do esfaqueamento, David Silva estava em uma festa quando uma discussão ocorreu e em seguida uma briga. Ele foi tentar acabar com o tumulto e foi esfaqueado três vezes.

O lutador teria sido levado para um Pronto Socorro Municipal de Belém, mas o local não foi revelado pois, segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Pará (SESMA), ela não se pronuncia sobre o lugar onde vítimas de tentativa de homicídio são internadas, já que o procedimento visa proteger a integridade do paciente.

Depois de passar dias internado e não apresentar melhora, David morreu na manhã deste sábado. Segundo um amigo do lutador, ele será velado em uma igreja católica na We 06 do Conjunto Satélite, bairro do Coqueiro. A família não revelou onde o atleta será enterrado.