Brasil – Paulista de nascimento e morador de Macapá de coração, em prol da causa indígena, o professor de história e antropólogo Giovani José é o participante do Quem Quer Ser Um Milionário do último sábado (17).

Seguro em suas respostas, Giovani chegou a pergunta 14 da competição e faturou o maior prêmio da história do quadro: R$ 300 mil. Dinheiro que ele pretende usar para ajudar a mãe e investir em seu sonho: criar um Instituto ou Centro Cultural para atender a população indígena de Mato Grosso do Sul.

“Minha mãe sempre disse a educação nos salvaria, seja da pobreza material quanto da espiritual”, lembra ele, que ganhou o apoio de Dona Gregória, que o criou sozinha, assim como suas duas irmãs.

No currículo de Giovani constam ainda o título Educador Nota 10, prêmio que ganhou em 2001, época em que dar aulas para os índios.