Imagens Fortes - Médicos de Jerusalém curam homem com "síndrome do homem árvore"

Uma equipe médica da Universidade de Hadassah, em Jerusalém, curou um paciente com a chamada “síndrome do homem árvore”. Mohammed Taluli, de 42 anos, permaneceu recluso em casa durante 10 anos devido à doença. “O paciente tinha muitos tumores complexos que tomaram completamente a mão dele ao longo de 10 anos. Além das dores fortes e da impossibilidade de mover ou usar a mão, essa doença é muito perigosa e pode se transformar num câncer. Mohammed passou a ter vergonha e ficar recluso para não mostrar a mão para os outros. Ela ficava coberta o tempo todo”, afirmou Michael Chernofsky, ortopedista e cirurgião plástico responsável pelo tratamento.

A doença rara é causada por uma complicação do HPV. Segundo o jornal O Globo, a equipe cirúrgica retirou todas as lesões da mão do homem. Em comunicado, um porta-voz do hospital ressaltou que os médicos estão satisfeitos com a recuperação de Mohammed. “Depois de uma década em que sentei envergonhado em casa e sem poder trabalhar por conta das limitações e tive medo de ter câncer, os especialistas aqui em Hadassah foram os únicos que me deram esperança de me recuperar. O tratamento aqui é excelente e tudo está bem. Eu torço muito que a minha vida anterior fique para trás e estou esperando para ver minha família, minha mulher e meus seis filhos”, disse o paciente.(BN)

ver mais notícias