Na última semana o canditato a Presidente da República derrotado em 2018 Ciro Gomes, publicou video dizendo que iria prender pastor no Ceará que não cumprirem a determinação do isolamento social decretada pelo governo do estado.

A afirmação ascendeu a indignação de milhares de cristãos em todo país, principalmente no estado Ceará.

Após o pronunciamento do político, um pastor evangélico resolveu gravar um vídeo em resposta a Ciro Gomes.

O pastor Naldo Cunha, da Assembleia de Deus Bela Vista, da cidade de Quixadá no sertão do estado, se revoltou com a declaração do político e o chamou de maconheiro.

O vídeo acabou viralizando nas redes sociais e sendo compartilhado por milhares de pessoas.

“O senhor não tem poder, nem o governador tem poder de fechar a igreja. A igreja é amparada pela Constituição Federal, nós é que estamos contribuindo doutor Ciro Gomes”, disse o pastor.

“Agora o senhor doutor Ciro, o senhor não tem autoridade pra dizer isso não viu, o senhor também vá lavar a sua boquinha, pra o senhor  falar de pastor e de padre, porque da maconha que o senhor fumou eu já fumei também, ou que o senhor fuma, agora eu não fumo mais não viu! Eu sei esses destempero que passa na cabeça de um drogado, de uma pessoa que tá drogada”…