Vaza áudio de empresário expondo Simaria e outras duplas que se odeiam mas fingem bem; ouça

Por Sthefane Campos em 21 de junho de 2022 às 8:27 | Atualizado 21 de junho de 2022 às 8:27

Brasil – Nos grupos de WhatsApp formados por poderosos empresários do meio sertanejo — nomes bem fortes no Nordeste, principalmente –, não se fala em outra coisa a não ser no furacão que Simaria está causando. E foi por aí que um áudio em especial, gravado por Paulo Tear (empresário e contratante de shows na Bahia), ganhou outras proporções. No desabafo de indignação, ele usou como exemplo outras duplas que se odeiam, mas que cumprem seus contratos sem maiores problemas.

“Se eu sou prefeito, eu desconto um valor. Não tenho nada a ver com a briga das duas. Zezé Di Camargo & Luciano se odeiam, mas cumpriram todos os contratos cantando juntos. Bruno & Marrone se odeiam, mas cantam juntos, entende? Esses cão nenhum, não gostam de ninguém. Agora, não vir cantar com o cachê lá em cima. Êpa, pera ae! Cachê é R$ 400 mil, R$ 200 é custo, nota fiscal, banda, carreta… já era. Que a banda vem completa. Dos outros R$ 200, é R$ 100 de cada ‘negrinha’. Me dá o R$ 100 dessa aqui não vai não, vai ficar aqui. Não vai cantar. Ou vai ficar em casa e ainda vai receber o cachê? Vai se lascar”, proferiu o empresário sobre como ele conduziria a situação caso fosse contratante de um show delas, nesse momento.

Paulo Tear é empresário de personalidades como Leonardo e Eduardo Costa no Nordeste. Ele movimenta mais de 25 mil seguidores no Instagram e está entre os mais influentes da região, onde atua também como produtor cultural e apresentador.

Os nomes de Zezé Di Camargo & Luciano e Bruno & Marrone são escancarados nesse áudio obtido pela coluna LeoDias. Paulo Tear afirma categoricamente que eles não se suportam, e ainda diz que Simaria, por estar afastada dos compromissos, não deveria sequer receber seu pagamento.

Ouça o áudio: 

*Com informações do Metrópoles*.