Agentes migratórios do Chile barraram, nesta quinta, a entrada de Mike Tyson no país. Segundo a legislação do país, ele é passível de ter a entrada impedida, já que tem antecedentes criminais em sua nação de origem. A ESPN informa que ele voltará ainda hoje para os EUA.

O ex-campeão de boxe foi condenado por estupro nos Estados em 1992, quando chegou a ser preso. Em 1999, novas acusações, agora por agredir dois motoristas.

Tyson estava no Chile para participar do Space Awards, concurso que premia filmes de ação, organizado por ele.

Há um ano, o ex-lutador evitou uma viagem ao país sul-americano, onde apresentaria ‘Undisputed Truth’, filme produzido por ele.