As feministas não buscam direitos para beneficiar a mulher como filha, esposa, mãe, amiga e profissional. Ao contrário, ressaltam que a mulher não precisa do homem, que deve combatê-lo e, se necessário, até ser agressiva para vencê-lo. Para elas, a mulher é dona de seu corpo e não deve satisfação a ninguém.

Esteja atenta às mensagens que o mundo transmite, muitas vezes, de maneira subliminar.

Esteja alerta e sensível à Palavra de Deus para não ser influenciada pela cultura contemporânea nem manipulada pelos meios de comunicação, principalmente a TV, que ainda é um dos grandes veículos de informação e formação de opinião.

Deus não criou a mulher para assumir o lugar do homem. O Senhor a fez com um lindo propósito, capacitando-a com qualidades e virtudes para desenvolver o papel de mulher, esposa, mãe, filha, amiga, profissional e serva de Deus. Jesus tem prazer em vê-la cumprir essa missão com alegria e satisfação.

  Elizete Malafaia