Dr Pet – A sarna negra é o segundo tipo mais comum de sarna em cães. É conhecido por esse nome, porque causa uma vermelhidão característica na pele dos animais que sofrem com a doença. Sarna hereditária é outro nome que é comumente chamado, mas é errado usá-lo porque a verdadeira causa da doença é a proliferação do ácaro demodex canis, que vive nos folículos capilares e nas glândulas sebáceas de todos os cães.

A sarna geralmente ocorre de forma localizada, afetando apenas certas partes da pele do pet. Em algumas ocasiões, no entanto, pode afetar todo o corpo, tornando-se uma doença muito mais perigosa e difícil de tratar.

Sob condições normais, o sistema imunológico do cão mantém os ácaros sob controle. Quando o sistema não funciona, no entanto, as defesas são reduzidas, a população de D. canis prolifera e, portanto, a doença se origina.

A forma localizada da doença é comum em filhotes, mas também pode aparecer em cães adultos. Os sintomas incluem queda de pelo (alopecia) localizada em pequenas áreas; eritema, que acontece quando a pele do pet fica vermelha e inflamação. A ausência de pelos pode ocorrer em qualquer parte do corpo, mas é mais encontrada na cabeça, rosto, pescoço, pernas da frente e ombros.