Dr. Pet – Preservar a saúde do cão é uma das formas mais eficazes de evitar a contração de doenças. Aquele ditado é sempre válido: prevenir é melhor do que remediar. E neste caso, uma das formas mais práticas de prevenir doenças no seu melhor amigo, é fazendo uma higiene completa. Ao seja, alguns cuidados básicos podem e devem ser tomados para que bactérias não entrem em ação de forma negativa no organismo do cachorro.

Há uma série de benefícios em manter higienizada toda a rotina e o dia a dia do seu cão. São ações simples, básicas e que no longo prazo fazem muita diferença, tanto para você quanto para ele. Acompanhe o texto e saiba mais.

A higiene faz parte da saúde
Como citado anteriormente, a prevenção é sempre a melhor saída para ter um cão saudável. E a higiene do cão faz parte deste processo. É através dela que você evita o contato direto com doenças. Inclusive é muito mais benéfico para o ser humano evitar o contato direto com a sujeira animal. Assim sendo, de nada adianta você buscar remédios ou tratamentos veterinários para curar um problema grave que poderia ser evitado. Muitas vezes pode ser tarde demais por uma simples negligência.

A saúde canina é motivo de preocupação. Um cachorro que não é saudável, tende a apresentar uma série de complicações com o passar dos anos. A qualidade de vida do animal acaba sendo reduzida a quase nulo. Portanto, cuide do seu pet. A começar pela limpeza constante da casinha, roupas e brinquedos.

Como manter uma boa higiene canina?
Não há segredo. Para manter uma boa higiene do cão, você precisará tomar atitudes diárias, semanais e mensais. Elas são simples e podem facilmente tornar-se hábito, desde que você execute a repetição. Afinal, sabemos que o corpo humano adapta-se a repetições constantes. E se você está adotando um cachorro pela primeira vez, talvez algumas ações sejam difíceis de fazer sempre. No entanto, são necessárias. Veja a seguir o que fazer.

Dê banho todas as semanas
O banho é a forma mais básica de manter o cão higienizado. E não só o cão, nós humanos também, obviamente. Por isso, recomenda-se um banho por semana para que o pêlo e as regiões íntimas do cão sejam limpas e não tornem-se ambientes para proliferação de bactérias.

É claro que vai variar de raça para raça. Há sempre aquelas que necessitam até de dois banhos por semana, dependendo da pelagem e do habitat e dia a dia. No entanto, o mais importante é sempre a regularidade. Ou seja, dar banho sempre, não apenas esporadicamente.

Tenha tapetes higiênicos pela casa
Diferentemente dos gatos, os cães não costumam ser muito higiênicos na hora de fazer suas necessidades. Ainda mais dentro de casa. Por isso, tenha sempre tapetes especiais para receber fezes e xixi. Eles terão uma capacidade de absorção que irá reter líquido e assim construir um ambiente mais limpo.

Esta é uma forma de você sempre estar renovando o banheiro do animal. Lembre-se que facilitar a limpeza é uma das formas mais inteligentes de manter sua casa limpa. Com os tapetes certos, bastará o recolhimento e a troca. Assim você poupará tempo e esforços.

Adestramento para fazer xixi no lugar certo
Por mais que você tenha os tapetes higiênicos, vamos combinar que de nada adianta se o cão não for adestrado para fazer xixi no lugar certo, não é mesmo? Desta forma, é de suma importância que você ensine o cachorro onde ele pode e deve fazer as necessidades dele. Por mais que no início possa parecer complicado, acredite, o cão acabará criando o condicionamento de entender onde fazer as necessidades.

E este simples ato fará com que o trabalho de higiene do cão seja muito mais otimizado. Você terá apenas um local para limpar e, consequentemente, será apenas um local para proliferar possíveis bactérias. O que é ótimo, pois não dá chance para elas crescerem em locais inacessíveis.

Brinquedos higienizados
Os cães vivem colocando os brinquedos na boca e brincando de formas inimagináveis. Desta forma, manter a higiene deles também é muito importante. É somente desta forma que a contaminação não ocorrerá. Portanto, lave com frequência todos os objetos que o cão carrega na boca e, desta forma, garanta a saúde dele e a sua.

Faça a tosa higiênica
Há diversos tipos de tosa em cães. Entretanto, a tosa higiênica é sempre a mais importante, pois é ela quem garantirá o longo prazo da saúde do cachorro. Afinal, as regiões íntimas do cão são muito sucetíveis a bactérias. Principalmente cães peludos, onde os pêlos podem facilmente entrar em contato com a urina ou fezes e, no longo prazo, criar situações complicadas.

Não deixe de fazer visitas veterinárias regulares
A higiene do cão passa muito pelos processos de prevenção. Por isso, leve o animal com regularidade ao veterinário para que ele possa fazer um acompanhamento e elaborar prontuários detalhados. Além do mais, esta é a chance de limpar locais ainda mais inacessíveis (como orelhas) e ouvir recomendações para uma higiene do cão ainda mais completa. Nunca descarte os serviços profissionais. Cuide bem do seu cachorro e boa sorte.

Fonte: Portal do Dog.