Dr Pet – Treinar um novo filhote pode ser frustrante. Com a possibilidade de acidentes em casa e a destruição dos pertences, os tutores sobrecarregados costumam gritar com o cão. O que antes era considerado um treinamento que seguia a linha punitiva leve e inofensiva agora está provando ter efeitos graves nos pets. Por isso, é hora de pensar antes de gritar com o seu cachorro.

A maioria dos estudos sobre comportamento dos cachorros foi realizada em cães policiais e militares. Mas para descobrir como esses animais reagem a punições, os cientistas da Universidade do Porto, em Portugal, recrutaram 42 cachorros de programas de treinamento baseados em recompensa (que usavam comida ou brincavam como prêmio) e 50 que recebiam reforço negativo (como gritos ou puxão na coleira).

A fim de medir com precisão os níveis de estresse dos animais, cada cão teve sua saliva testada para o hormônio cortisol antes e após o treinamento, assim como as sessões de teste foram registradas. Os resultados em curto prazo de um treinamento “baseado no medo” deixaram os cachorros com níveis mais altos de cortisol na saliva durante e após o ato.