Belo Horizonte – Na manhã de terça-feira (14), a imagem do pitbull Sansão correndo pelo jardim de um hospital, comoveu várias pessoas. No início de julho, o cachorro foi torturado e amordaçado com arame farpado e ainda teve suas patas traseiras cortadas com facão.

Mas na manhã de terça as imagens de Sansão passeando pelo jardim do estabelecimento hospitalar, encheu os corações das pessoas de alegria.

O crime ocorreu em Confins, região metropolitana de Belo Horizonte. Um boletim de ocorrência foi registrado pela polícia e um dos suspeitos, que é vizinho do local, foi ouvido e liberado. O outro homem fugiu e o Ministério Público acompanha o caso.

Em cinco dias, mais de 500.000 assinaturas pediam justiça pelo crime de maus-tratos denunciado pelo tutor do animal.

Um boletim de ocorrência foi registrado pela polícia e um dos suspeitos, que é vizinho do local, foi ouvido e liberado. O outro homem fugiu e o Ministério Público acompanha o caso.

Fonte: R7