CM7

     
 
 
Manaus, 19 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Colunas / Subindo e Descendo do Salto / Manaus exige experiência, diz Artur aos eleitores

Manaus exige experiência, diz Artur aos eleitores

Da redação | 26/10/2016 21:52

img_9872

“Manaus exige experiência. É uma das cidades mais complexas do Brasil. Fazer um programa bonito e caro, é fácil. Difícil é enfrentar a realidade. Para isso é preciso um bom timoneiro, que saiba conduzir o barco, mesmo na tempestade. Eu sou candidato e peço o seu voto. Porque depois da semeadura, virá uma boa colheita, é bíblico”. Esse foi o recado dado pelo candidato Artur Neto, no debate realizado na noite desta terça-feira, 25, pela TV Em Tempo.

Foi debate diferente, que colocou o eleitor frente a frente com os candidatos. Artur manteve o estilo objetivo, clamo e elegante, tanto nas respostas ao público, quanto às diretas feitas pelo candidato adversário.  Na dinâmica diferenciada proposta pela TV Em Tempo, o eleitor foi colocado em primeiro plano, com participação no estúdio e pela internet, além de jornalistas convidados.  O debate chegou a ser um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, figurando nos tops trends.

No primeiro bloco, por sorteio, Artur respondeu pergunta de eleitores sobre cultura, informando que tão logo tenha segurança orçamentária irá encaminhar a Lei de Incentivo à Cultura para aprovação, que já está pronta graças a três anos de diálogo com os agentes culturais de Manaus. Artur informou ainda que a sua gestão deu incentivo à cultura popular por meio de editais que promoveram a dança, o teatro, as artes plásticas, fotografia, além dos festivais folclóricos e eventos populares. Falou, ainda, da parceria com grupos de grafiteiros da cidade para o trabalho realizado nos viadutos, que já está entre os melhores do país.

Em debate direto com o adversário, Artur retomou o assunto da previdência municipal, acusada por Marcelo Ramos de ter realizado investimentos em fundos de alto risco. Artur afirmou que, desde o primeiro ano de mandato cuidou de recuperar a previdência, do rombo deixado nas duas administrações anteriores. A administração de Serafim Correa deixou um rombo de mais de R$ 30 milhões e a de Amazonino Mendes, de R$ 50 milhões. “Os dois gestores da Manausprev, deste período, respondem a processos gravíssimos. Nós, ao contrário, recuperamos boa parte desses investimentos, a Manausprev está saudável, garantindo os aposentados e pensionistas”, afirmou. Artur lembrou ainda que o fundo de previdência de Manaus foi premiado como o terceiro melhor de todo o pais.

O debate da TV em Tempo teve outro marco. Pela primeira vez, Marcelo Ramos admitiu, nesta campanha, a boa gestão de Artur Neto, reconhecendo a melhor qualidade de ensino praticado, que rendeu ao município o 11º lugar no Ideb. “Mas, nós queremos mais, queremos chegar ao G5 da educação”, afirmou Artur.

Artur também criticou Marcelo por fazer acusações sem provas e de ser imprudente em suas afirmações. “Foi essa sua imprudência que me permitiu entrar 230 vezes no seu programa eleitoral e agora mais 70 vezes, com os direitos de respostas que acabo de ganhar na Justiça. Porque da mesma forma que defendo os direitos da população, defendo os meus direitos também”, disse.

img_9868

“Manaus exige experiência. É uma das cidades mais complexas do Brasil. Fazer um programa bonito e caro, é fácil. Difícil é enfrentar a realidade. Para isso é preciso um bom timoneiro, que saiba conduzir o barco, mesmo na tempestade. Eu sou candidato e peço o seu voto. Porque depois da semeadura, virá uma boa colheita, é bíblico”. Esse foi o recado dado pelo candidato Artur Neto, no debate realizado na noite desta terça-feira, 25, pela TV Em Tempo.

Foi debate diferente, que colocou o eleitor frente a frente com os candidatos. Artur manteve o estilo objetivo, clamo e elegante, tanto nas respostas ao público, quanto às diretas feitas pelo candidato adversário.  Na dinâmica diferenciada proposta pela TV Em Tempo, o eleitor foi colocado em primeiro plano, com participação no estúdio e pela internet, além de jornalistas convidados.  O debate chegou a ser um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, figurando nos tops trends.

No primeiro bloco, por sorteio, Artur respondeu pergunta de eleitores sobre cultura, informando que tão logo tenha segurança orçamentária irá encaminhar a Lei de Incentivo à Cultura para aprovação, que já está pronta graças a três anos de diálogo com os agentes culturais de Manaus. Artur informou ainda que a sua gestão deu incentivo à cultura popular por meio de editais que promoveram a dança, o teatro, as artes plásticas, fotografia, além dos festivais folclóricos e eventos populares. Falou, ainda, da parceria com grupos de grafiteiros da cidade para o trabalho realizado nos viadutos, que já está entre os melhores do país.

Em debate direto com o adversário, Artur retomou o assunto da previdência municipal, acusada por Marcelo Ramos de ter realizado investimentos em fundos de alto risco. Artur afirmou que, desde o primeiro ano de mandato cuidou de recuperar a previdência, do rombo deixado nas duas administrações anteriores. A administração de Serafim Correa deixou um rombo de mais de R$ 30 milhões e a de Amazonino Mendes, de R$ 50 milhões. “Os dois gestores da Manausprev, deste período, respondem a processos gravíssimos. Nós, ao contrário, recuperamos boa parte desses investimentos, a Manausprev está saudável, garantindo os aposentados e pensionistas”, afirmou. Artur lembrou ainda que o fundo de previdência de Manaus foi premiado como o terceiro melhor de todo o pais.

O debate da TV em Tempo teve outro marco. Pela primeira vez, Marcelo Ramos admitiu, nesta campanha, a boa gestão de Artur Neto, reconhecendo a melhor qualidade de ensino praticado, que rendeu ao município o 11º lugar no Ideb. “Mas, nós queremos mais, queremos chegar ao G5 da educação”, afirmou Artur.

Artur também criticou Marcelo por fazer acusações sem provas e de ser imprudente em suas afirmações. “Foi essa sua imprudência que me permitiu entrar 230 vezes no seu programa eleitoral e agora mais 70 vezes, com os direitos de respostas que acabo de ganhar na Justiça. Porque da mesma forma que defendo os direitos da população, defendo os meus direitos também”, disse.

 

Fotos: Arlesson Sicsu

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA