CM7

 
Manaus, 24 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Colunas / Subindo e Descendo do Salto / Detran fornecerá carteira de motorista grátis para pessoas de baixa renda no Amazonas

Detran fornecerá carteira de motorista grátis para pessoas de baixa renda no Amazonas

Da redação | 22/05/2017 20:32

MANAUS – Pessoas que comprovem baixa renda poderão obter a primeira CNH (Carteira Nacional de Habilitação) de forma gratuita no Amazonas. A CNH Social é um dos serviços da Escola Pública de Trânsito lançada nesta terça-feira, 22, pelo Detran-AM (Departamento de Transito do Amazonas).

A escola funcionará em parceria com o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Amazonas e oferecerá serviços como ações educativas, formação profissional e de especialistas em trânsito. “A princípio pretendemos atender cerca de 10 mil pessoas que precisam se habilitar para trabalhar, como moto-táxis e até mesmo taxistas e motoristas de veículos pesados que trabalhem no interior do estado, mas não possuem condições financeiras para tirar o documento, disse o diretor do Detran, Leonel Feitoza. “O mais importante é permitir que as pessoas se regularizem junto ao órgão de trânsito e, para isso, que a partir de agora iremos estreitar ainda mais o trabalho conjunto com os municípios”, completou.

Com a extensão do serviço para o interior, as prefeituras terão a oportunidade de resolver um problema grave. Conforme o Detran, apenas 20% das pessoas que dirigem veículos automotores são devidamente habilitadas, o que torna o trânsito uma questão de calamidade pública, seja pelo grande número de acidentes ou pelo alto custo das prefeituras para transferir pacientes acidentados para tratamento médico em Manaus.

“Em alguns casos, como nos municípios de Eirunepé, Envira e Ipixuna, a transferência de um paciente não sai por menos de R$ 40 mil, sem contar com a ajuda financeira que prefeituras precisam arcar com a permanência dos pacientes internados na capital”, disse o presidente da Associação Amazonense dos Municípios, João Campelo.

Os municípios que aderirem à municipalização passarão a arrecadar taxas referentes ao IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e multas municipais por infração à legislação de trânsito.

Fonte Amazonas Atual e Detran

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA