Vereadores de Manaus ao invés de proporem leis, geram clima de guerra por conta de vídeos na internet

Por Thiago Quara em 28 de setembro de 2021 às 14:48 | Atualizado 28 de setembro de 2021 às 14:52

Manaus (AM) – A sessão legislativa desta segunda-feira (27) ficou acalorada entre vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Isso porque o vereador Lissando Breval (Avante), aproveitou o momento do pequeno expediente para chamar atenção do vereador Rodrigo Guedes (PSC), sobre um vídeo que foi postado na rede social pessoal do parlamentar, comparando o que ele chamou de ‘muitos políticos’ com a imagem de cachorros.

Segundo Breval, a postagem incomodou e criou vários problemas entre os vereadores da casa. “Essa politica do vale tudo para conseguir seguidor é muito feia, a primícia tem que ser o respeito, e a partir do momento quando você fala negativamente e compara a imagem de políticos com um cachorro é um desrespeito com os colegas de parlamento e sua atitude está no decoro parlamentar”, disse Breval.

Já o vereador Sassá da Construção Civil (PT), aproveitou o momento e disse que nunca irá seguir colegas e chamou atitude de ‘mariquinha’.“ Existem vereadores que estão nas ruas e outros apenas na internet, respeito todos e sei do trabalho que todos exercem no seu seguimento. É muito fácil falar do colega mas colocar o pé na lama poucos querem, e se colocar o pé cai, esse é papel de vereador. Quem fala do próprio colega, é coisa de mariquinha, é falso”, disse o petista.

Por sua vez, Rodrigo Guedes esclareceu que o vídeo já existe há bastante tempo nas redes sociais e que apenas repostou em sua página pessoal.

“Existem setenta mil políticos de mandato em todo o país, na proporção de 41 vereadores isso não chega a 1%. Em relação ao anexo da Câmara, foram vossas excelências que me chamaram de oportunistas e me desrespeitaram. Quero relembrar quando o assunto foi tocado nos grupos de vereadores, vossa excelência Breval disse que eu queria 15 minutos de fama. Para atacar o senhor é rápido, mas pra respeitar, esquece dos colegas”, afirmou Guedes.

A sessão foi finalizada mas o embate entre os três continua.

Deixe seu comentário