Vereador arruaceiro, Rodrigo Guedes, mora em condomínio de luxo e se faz de vítima para motoboys em Manaus

Por Sthefane Campos em 17 de novembro de 2021 às 21:59 | Atualizado 18 de novembro de 2021 às 7:32 A empresa Mamute Conservação, Construção e Pavimentação sob o CNPJ de número 17.783.933/0001-03 localizada no bairro Dom Pedro, tem como um dos sócios, o primo do vereador Rodrigo Guedes (PSC), sendo ele Carlos Edson Guedes de Oliveira Junior. A empresa tem contrato milionário com a prefeitura de Manaus desde a gestão do ex-prefeito de Arthur Virgílio Neto (PSDB), ainda em 2016 sendo que Arthur é apontado como padrinho político do até então Rodrigo Guedes. Além dessa empresa, Carlos tem participação em mais 8 CNPJ, sendo que duas estão suspensas.

Manaus – Nesta quarta-feira (17/11), o vereador Rodrigo Guedes “pagou um papelão” ao se fingir de apoiador dos motoboys de aplicativo que protestavam contra uma agressão sofrida por um colega de trabalho no condomínio em que o próprio vereador mora. Usando mochilinha enfeitada com pelúcias de cachorrinho e botinho, Guedes personificou o mártir da revolução Nutella pela regulamentação e intromissão do Estado em um assunto de civilidade e pauta moral.

Protesto em condomínio de luxo

O protesto ocorreu no condomínio residencial Renaissance, na Avenida Darcy Vargas, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus, local onde o vereador tem dois terrenos, sendo uma das casas avaliadas em algo em torno de R$ 6 milhões.

Não é a primeira vez que faz baderna

O vereador Rodrigo Guedes encabeçou, no último dia 22 do mês de Outubro, uma ”manifestação”, querendo palanque para ser eleito como deputado estadual. A verdade é que a iniciativa, além de revoltar a população, deixou o trânsito lento, atrapalhando o tráfego de veículos em uma das principais avenidas de Manaus. Antes dessa, houve também o constrangimento contra motorista de ônibus.

Empresa ”laranja”

A empresa Mamute Conservação, Construção e Pavimentação sob o CNPJ de número 17.783.933/0001-03 localizada no bairro Dom Pedro, tem como um dos sócios, o primo do vereador Rodrigo Guedes (PSC), sendo ele Carlos Edson Guedes de Oliveira Junior. A empresa tinha contrato milionário com ex-gestão da prefeitura de Manaus de Arthur Virgílio Neto (PSDB).  Ainda em 2016, Rodrigo Guedes já era apontado como apadrinhado político de Arthur, inclusive integrando o cargo comissionado da presidência do PROCON-AM, o ”menino de Ouro”.

Deixe seu comentário