O Presidente da Comissão de Transporte da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Roberto Cidade (PV), solicitou, nesta quarta-feira,02, ao prefeito de Manaus Arthur Neto e ao diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Francisco Saldanha Bezerra, um estudo técnico a fim de reduzir o número de acidentes na Avenida Efigênio Salles, no sentido Coroado/Parque 10, no trecho popularmente chamado de “curva da morte”.

“Esse trecho é muito perigoso, os jornais impressos, sites e portais de nossa cidade estão sempre noticiando ocorrências de acidentes com danos físicos e materiais, além de alguns acidentes fatais já ocorridos no local, por isso, se faz necessário um estudo técnico urgente que possa reduzir os acidentes na localidade”, pontuou.

De acordo com informações dos órgãos de trânsito, entre as principais causas de acidentes na avenida está a alta velocidade dos carros e caminhões que trafegam no trecho. Esses acidentes causam além dos transtornos com o fluxo do trânsito, risco a vida de motoristas, pedestre e motociclistas que transitam na avenida.

O parlamentar defendeu algumas alternativas como soluções para a redução dos acidentes, entre elas, a restrição do tráfego de caminhões, a instalação de redutores de velocidade e a diminuição da acentuabilidade da curva, na Avenida Efigênio Salles.

“Entendemos que qualquer intervenção do Poder Público, sem estudo prévio, pode causar grandes transtornos e que os acidentes de trânsito são constantes para qualquer metrópole do nosso País, entretanto, alguns trechos de nossa malha viária requisitam mais atenção dos órgãos de controle de trânsito”, finalizou Roberto Cidade.

Com informações da Assessoria