Prefeito de Pauini é acusado de arriscar a vida da população ao permitir que aviões pousem no ‘meio da rua’

Por Bruno Almeida em 19 de agosto de 2021 às 16:13 | Atualizado 19 de agosto de 2021 às 16:13

Amazonas – Moradores da cidade de Pauini, distante a 923 km de Manaus, estão insatisfeitos com a gestão do chefe do Executivo Municipal. Desta vez, a população denuncia que o prefeito Renato Afonso põe, diariamente, em risco a vida dos seus próprios eleitores ao permitir que aviões utilizem uma pista de pouso e decolagem totalmente irregular, sem a estrutura considerada segura, basicamente no meio da rua.

Segundo relatos dos próprios moradores, Renato Afonso passou toda a sua campanha com a promessa de que iria construir um novo aeródromo dentro da cidade, mas até o prezado momento nenhuma obra foi realizada no local por parte da Prefeitura de Pauini.

A revolta por parte do povo pauinienses é por conta de que o local não é isolado para ser usado no aeródromo, e diariamente centenas de pessoas usam o mesmo para praticar exercícios físicos. O denunciante ainda relata que recentemente presenciou dois acidentes fatais, envolvendo duas aeronaves de pequeno porte.

“A pista de pouso e decolagem fica no meio da cidade, onde há residências, prédios privados e públicos, e dois postos de combustíveis nas laterais. É um perigo total. Uma tragédia pode acontecer a qualquer momento”, relatou a fonte, apreensiva com o descaso do poder público.

No entanto, vale ressaltar que o Prefeito de Pauini recebeu em maio deste ano a bagatela, por meio de convênio do Governo do Amazonas, no valor de R$9,4 milhões. Na ocasião, Renato Afonso prometeu que em três meses, ou seja, em agosto, a pista estaria concluída. Esta é mais uma promessa não cumprida pelo chefe do Executivo Municipal.

Veja vídeo:

Deixe seu comentário