Na calada da noite, vice-governador Carlos Almeida faz armação contra governador e tenta exonerar secretário

Por Bruno Almeida em 22 de julho de 2021 às 9:34 | Atualizado 22 de julho de 2021 às 9:34

Amazonas – O vice-governador do Amazonas Carlos Almeida (PSDB) aproveitou uma viagem do governador Wilson Lima (PSC) para Brasília e tentou armar a demissão do secretário de Segurança Pública, Louismar Bonates.

O pedido de exoneração chegou a ser enviado para o Diário Oficial do estado, mas a manobra foi descoberta pela equipe do governador que impediu a publicação oficial do ato.

Para o lugar de Bonates, Almeida nomearia, de acordo com cópia do pedido de exoneração ao qual o Painel teve acesso, o delegado Mario Jumbo Miranda Aufiero.

Almeida e Lima estão rompidos desde que o vice-governador foi alvo da Polícia Federal por irregularidades em contratações durante a pandemia.

Por meio de nota, o governo do Amazonas informou que Almeida e um funcionário comissionado da Casa Civil criaram um documento de exoneração, mas ele não chegou a ser publicado.

Ainda segundo o governo, o servidor foi exonerado e o caso será enviado à polícia para responsabilização dos envolvidos.

“O documento não chegou a ser publicado, por isso não tem validade e efeito. Mas o ato gravíssimo tem o objetivo de causar instabilidade e danos ao Governo”, diz a nota.

Com informações da Folha de S.Paulo. 

Deixe seu comentário