“Informações da CPI da Saúde estão ajudando Operação Sangria da Polícia Federal”, afirma deputado Fausto Jr

Por Almeida em 3 de junho de 2021 às 13:06 | Atualizado 17 de junho de 2021 às 10:43

Amazonas – Nesta quarta-feira (2) a Polícia Federal (PF) realizou a quarta fase da Operação Sangria contra possíveis desvios de recursos públicos na Secretaria de Saúde no Amazonas (SES).

Foram cumpridos 25 mandados judiciais expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

São 19 mandados de busca e apreensão e 6 de prisão temporária cumpridos nas cidades de Manaus (AM) e Porto Alegre (RS), além de sequestro de bens e valores, que, somados, alcançam a quantia de R$ 22,8 milhões.

O deputado estadual Fausto Jr. ressaltou que a operação da Policia Federal levou em conta a lista com 50 nomes apresenta pela CPI da Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas. Fausto Jr. foi o relator da CPI da Saúde e relembrou a investigação feita pela Comissão, que revelou diversas fraudes cometidas dentro da Secretaria de Saúde do Amazonas (SES-AM).

“Nunca antes, uma CPI gerou resultados tão positivos para o Amazonas, evitando prejuízos aos cofres públicos, e ainda contribuindo ainda com as investigações realizadas pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Procuradoria Geral da República”, afirmou o deputado.

Em tempo recorde, a Comissão expôs detalhadamente os esquemas de corrupção com desvios milionários de recursos públicos, envolvendo empresas fraudulentas, que pela falta de transparência e fiscalização por parte do governo do Estado, acabaram sendo beneficiadas.

“Durante nossa investigação, conseguimos expor os processos indenizatórios – principal irregularidade -, que acontecia há anos e facilitava o desvio de verba pública. Graças à CPI, e colocamos fim a essa velha pratica”, relembra Fausto. “É importante destacar que encaminhamos o pedido de indiciamento de 50 pessoas por práticas suspeitas de corrupção”, acrescenta o deputado.

Da lista com 50 nomes, 13 foram presas nas operações da Policia Federal. Ainda faltam 36.

“Nosso mandato segue fiscalizando e propondo ações para ajudar o Amazonas e tantas famílias afetadas pela pandemia, tanto na saúde, quanto na economia”, completou Fausto.

Veja a lista das pessoas apontadas pela CPI e que já foram presas pela Polícia Federal:

1. Rodrigo Tobias (ex-secretário estadual de Saúde do AM)
2. Dayana Mejia (ex-secretária Executiva Adjunta de Atenção Especializada da Capital)
3. Luiz Avelino (sócio da empresa SONOAR)
4. José Passos (sócio de empresa FJA e dono da Vineria Adega)
5. Alcineide Pinheiro (ex-gerente de Compras da Susam)
6. Luciane Zuffo (sócia da empresa SONOAR)
7. João Paulo Marques (ex-secretário executivo da Susam)
8. Perceverando Trindade (ex-secretário Executivo do Fundo Estadual de Saúde – FES)
9. Simone Papaiz (ex-secretária de Saúde do Amazonas)
10. Sérgio Chalub (sócio da empresa Líder Serviços de Apoio e Gestão de Saúde LTDA)
11. Rafael Silveira (sócio da empresa Líder Serviços de Apoio e Gestão de Saúde LTDA)
12. Frank de Abreu (proprietário da empresa Norte Serviços Médicos)
13. Carlos Alecrim (procurador dos sócios da empresa Norte Serviços Médicos)

Deixe seu comentário