Governador do Amazonas é autorizado por ministra Rosa Weber a não comparecer à CPI da Covid

Por Almeida em 10 de junho de 2021 às 7:39 | Atualizado 10 de junho de 2021 às 8:35

Brasil – A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), a não comparecer à CPI da Covid.

O depoimento de Wilson Lima, o primeiro de um governador à CPI, estava marcado para esta quinta-feira (10). O governador do Amazonas acionou o STF contra a convocação na última terça (8).

A defesa de Wilson Lima argumentou que a convocação de um governador é inconstitucional e viola o princípio da separação de poderes.

“A convocação do paciente Wilson Lima […] afronta as cláusulas pétreas da forma federativa do estado e da separação de poderes, consubstanciando, ademais, violação de princípios constitucionais sensíveis relacionados à regra de não intervenção federal nos estados e no Distrito Federal, salvo nos casos excepcionais estabelecidos na própria Carta Magna”, afirmou a defesa.

No entanto, em recente coletiva à imprensa, o Wilson Lima afirmou que é o mais interessado em esclarecer todas as dúvidas referente a sua gestão como Governador do Amazonas, de forma transparente e de acordo com a lei.

 

Deixe seu comentário