Durango Duarte está na mira da justiça por obrigar funcionários a trabalharem durante toque de recolher em Manaus; ouça áudio

Por Almeida em 10 de fevereiro de 2021 às 15:27 | Atualizado 10 de fevereiro de 2021 às 15:53

Manaus (AM) – O empresário e publicitário, Durango Duarte, pode ter inquérito instaurado contra sua empresa no Ministério Público do Trabalho do Amazonas (MPT-AM), após vazar nessa terça-feira (9) em grupos de Whatsapp um áudio dele convocando funcionários a irem trabalhar e indo contra determinação de decreto governamental com restrições para frear o avanço da pandemia da Covid-19 no Amazonas entre elas a circulação de pessoas em espaços e vias públicas. Denúncia é apurada pelo órgão.

“Todo mundo vai para a empresa amanhã normal, se alguém for preso eu vou soltar, esse decreto ninguém vai cumprir”, disse o empresário.

Ele também fala, no áudio, um esquema para os funcionários que possuem carro burlarem a fiscalização do decreto. “Vá um pouco mais cedo, bote o carro dentro do estacionamento, se for o caso, ou na rua de trás não fica nenhum carro ali na frente, pode estaciona na rua de trás por favor ou lá no outro estacionamento dos containers, não quero nenhum carro na frente”, explica.

Com informações do AM Post. 

 

Deixe seu comentário