Associado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), o deputado Saullo Vianna, apresentou um documento a bancada da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), que tem por objetivo suspender o processo de impeachment do atual governador Wilson Lima (PSC), registrado no Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam).

A questão é, que além de compactuar com as atitudes do governador, a família do deputado tem um contrato milionário com o estado do Amazonas pela empresa Amsterdam Serviços Profissionais de Limpeza, Conservação e Construções LTDA, com o CNPJ de n° 13,183,508/0001-14, o que impossibilita a participação positiva do deputado na regulamentação do impeachment de Wilson Lima.

O presidente da Aleam, deputado Josué Neto (PRTB) não pôde dar continuidade ao processo devido a deputada  Joana Darc, cúmplice também do governo, armar um teatro com gritos e baixarias diante de todos os parlamentares. Por está razão, a sessão foi suspensa até que se confirme oficialmente o afastamento do atual representante do governo.