Manaus (AM) – Nesta terça-feira (06), professora do Colégio Lato Senso identificada como Lucilene Marques, 50, morre vítima de Covid-19.

Supostamente pedagogos e professores teriam procurado a imprensa, informando que o local não estaria seguindo os protocolos de segurança estabelecidos pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), colocando não somente em risco a vida de outros profissionais, mas também de alunos da unidade educacional.

As aulas retornaram no dia 6 de julhos, mas quem trabalha na instituição desejam que haja a suspensão imediata das aulas até que novas medidas sejam adotadas. 

 

Em nota o Colégio Lato Senso se pronunciou, confira na integra: 

O Colégio Lato Sensu manifesta profundo pesar com o falecimento da professora do Ensino Fundamental I, Lucilene Marques, ocorrido nesta terça-feira, 6, e presta solidariedade aos familiares, amigos, alunos e colegas de profissão. A instituição reforça que a retomada das aulas presenciais seguiu todos os protocolos sanitários recomendados pelos órgãos de saúde e conta com a consultoria de um infectologista, priorizando a segurança de todos, com as devidas estratégias de distanciamento, triagem, sanitização, uso de EPIs e monitoramento de saúde contínuo. Informamos ainda que toda a assistência está sendo prestada à família da professora, bem como ações de acolhida e suporte psicológico aos alunos para os quais lecionava e suas respectivas famílias.