Cansado pela idade avançada e algumas comorbidades, Amazonino pode desistir do governo

Por Henrique em 12 de janeiro de 2022 às 17:44 | Atualizado 12 de janeiro de 2022 às 22:10 Velhinho para campanha no interior, Amazonino pode desistir do Governo e ir disputar o senado como aliado de Braga em 2022

Amazonas – Amazonino Mendes (DEM) estaria próximo de anunciar sua desistência a disputa pelo Governo do Amazonas e ir focar na disputa para o Senado Federal no pleito de 2022 e com apoio do senador e pré-candidato ao Governo Eduardo Braga (MDB). Caso isto se consumasse, o fato traria uma grande redefinição no tabuleiro político neste início de ano.

Conforme informações de aliados próximos ao pré-candidato, a aliança entre Braga e Amazonino está sendo construída para tentar dar viabilidade à candidatura do próprio Braga ao governo, que até então está vendo suas chances de chegar ao segundo turno serem reduzidas por conta do crescimento do atual governador Wilson Lima no interior.

Esse convencimento passa pela garantia de que o primeiro suplente de Amazonino, caso ele dispute ao senado, seja seu filho, Armando Mendes, fato que proporciona ao ex-governador e atual líder nas pesquisas para o governo, uma espécie de segurança para a continuidade da sua história política.

Campanha exigirá muito

A saúde debilitada de Amazonino também tem um peso relevante neste processo, numa campanha que tem tudo para ser muito acirrada. A presença dele no interior do estado está totalmente comprometida, seus aliados e adversários sabem que ele não tem nenhuma estrutura física para encarar longas viagens pelo Amazonas e teria que contar com a capital para lhe dar uma ampla vantagem.

Derrota poderia se repetir

No entanto, a história registra que no segundo turno, a sua candidatura perde musculatura e consequentemente a eleição. Os maiores exemplos foram os pleitos para o governo em 2018 e para prefeitura em 2020, em que Amazonino liderou todas as pesquisas mas foi derrotado na hora da decisão por Wilson Lima e David Almeida, respectivamente.

 

 

 

Leia também: Pesquisa do instituto CM7 revela intenções de voto para 2022; confira a verdade !

Deixe seu comentário