Após revelar que foi sexualmente abusado quando criança, Marcelo Adnet foi atacado por um homem que se identifica nas redes sociais como funcionário da Marinha, o que fez com que a Instituição respondesse ao ator e humorista. O homem, Fabrício Diniz, escreveu: “Deve ter gostado de dar a bunda, daqui a pouco se assume”.

Adnet então compartilhou a mensagem com seus seguidores, questionando se caberia processar o responsável. Uma seguidora encontrou o perfil de Diniz no Facebook, onde ele se identifica como funcionário da Marinha.

O comediante, em seguida publicou um tuíte endereçado à instituição: “Marinha do Brasil, seu membro acaba de exaltar o estupro de menores. Alguma providência? Obrigado, no aguardo!

O perfil oficial da Marinha respondeu que “repudia qualquer atitude que ofenda a dignidade humana e a ética” e que instaurou um procedimento administrativo para apurar o caso.

O autor das ofensas teria então deixado um pedido de desculpas a Adnet, afirmando não ter sido ele o autor dos ataques. Seu perfil não está mais disponível no Twiter.

Fonte: Uol