Na manhã desta sexta-feira, 15, durante a Assembleia Geral Extraordinária, no auditório da Reitoria da UEA, médicos da Unimed, convocados pelo conselho fiscal, destituiram a presidente, Corina Maria Nina Viana, e também todo conselho de administração.

Uma junta governativa vai assumir por 30 dias e e deve convocar uma eleição para eleger uma nova diretoria. A razão foi que segundo denúncia, a atual diretoria acumulado um rombo de cerca de R$ 300 milhões, referentes aos tributos não pagos, dívidas trabalhistas e com fornecedores.

Com informações Hiel Levy