Sem liberação de verbas, programação cultural da Lapa está em risco - Portal CM7 - Notícias de Manaus e Amazonas

Adsense Responsivo

Sem liberação de verbas, programação cultural da Lapa está em risco

Postado por - 16/06/2016 04:50    

RIO – Um mês depois da exoneração do presidente da Funarte, Francisco Bosco, em decorrência do afastamento da presidente Dilma Rousseff, a instituição está com diversos compromissos parados, já que o Ministério da Cultura ainda não nomeou ninguém para assumir o cargo. Um dos contratos à espera de assinatura é o que libera R$ 10,4 milhões para a programação na Lapa, que acontecerá durante a Olimpíada do Rio. Ao todo, os eventos culturais dos Jogos dependem de R$ 85 milhões de verba federal.

A programação da Lapa vai se concentrar na Fundição Progresso e terá mostras de artes visuais, apresentações de teatro e circo e shows com artistas de todo o país, diariamente, ao longo de dois meses. A curadoria é da Funarte, e a produção está a cargo da Fundição — que aguarda a verba para fazer obras de melhoria na sede, contratar gerador, som, iluminação e ambulâncias e montar a cenografia. Além disso, é preciso produzir as atrações previstas para um palco nos Arcos da Lapa durante dez dias. Sem a liberação da verba, os produtores dizem que a programação está em risco.

— A situação é muito preocupante. A um mês e meio do evento, não temos como começar a contratar nada sem saber se vamos receber. Não se monta um evento desse porte da noite para o dia — diz Vanessa Damasco, diretora de produção do evento.

EVENTO A TOQUE DE CAIXA

Diretor da Fundição Progresso, Perfeito Fortuna lembra que quando qualquer produção recebe o dinheiro muito em cima da data marcada para o evento, “acaba se contratando quem dá, não quem se quer”:

— A esta altura, as melhores empresas já foram contratadas, o evento corre o risco de ser feito a toque de caixa, tudo que a gente não quer. Os artistas que se comprometeram estão inseguros — reclamou.

Apresentada com pompa no dia 4 de maio pelo então ministro da Cultura, Juca Ferreira, a programação cultural completa dos Jogos tem números superlativos: 2 mil espetáculos e atividades em mais de 80 locais de apresentação, com a participação de cerca de 10 mil artistas de todos os estados, numa parceria do MinC com diversos ministérios, a Autoridade Pública Olímpica (APO), o Comitê Rio 2016 e governos estaduais e municipais. O investimento total do governo federal é de R$ 85 milhões.

O MinC informou na quarta-feira que haverá uma coletiva nesta quinta para anunciar de que forma os compromissos atrasados da Funarte serão cumpridos.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie nas Últimas Notícias
 
Aplicativo da Rádio CM7