Política – Somente no ano de 2018, a arrecadação do município de Coari foi de quase R$ 280 milhões, 1/4 desse valor equivale a R$ 76 milhões, que veio dos chamados royalties, uma licença para que às empresas possam explorar e produzir Petróleo e Gás na cidade, conforme mostra a reportagem do Câmera Record, exibida no último domingo (11).

Coari é a segunda cidade com a maior receita do Estado do Amazonas, perdendo apenas para a capital Manaus.

O valor dos royalties é extraordinário em comparação com outras cidades, a exemplo, a cidade de Nova Iguaçu no Rio de Janeiro, que  recebeu em 2018 R$ 35 milhões em royalties, Volta Redonda também no Rio, que tem 270 mil habitantes, recebeu em 2018 R$ 18 milhões.

Se o valor dos royalties fosse aplicado de forma correta, a prefeitura de Coari poderia construir aproximadamente 1000 casas de 70m² por ano, abrigando mais de 4 mil famílias.

Veja vídeo

Edição: Ariana Clécia