Matheus Medina, da redação 

Amazonas – Na manhã desta segunda-feira (24), o Portal CM7 recebeu uma denúncia de moradores do município de Tefé (575 quilômetros de distância até a capital Manaus), que acusam o prefeito do município Normando Bessa de Sá (PMN) de gastar mais de R$2 milhões em obras que deveria ser entregues no ano de 2019.

De acordo com a denúncia, uma das obras fantasmas seria de um Espaço Educativo Rural para comunidades do município e teria sido iniciada no dia 02/04/2019 com previsão de entrega no dia 29/09/2019. Estamos no ano de 2020 e a obra não chegou nem a 10% de conclusão. 

Os agentes participantes da obra que deveriam entregar 6 salas de aula para a comunidade do Socorro em Tefé, são a empresa RF Serviços de Engenharia LTDA e a própria prefeitura do município, no valor total de R$1.025.815,72. 

Outra obra que já deveria ser entregue à população é da Creche Tipo II, localizada na Comunidade da Agrovilla (estrada de Tefé) no valor de R$1.016.927,58.  Ainda de acordo com moradores, essa obra deveria ser entregue no ano de 2017, porém, agentes da prefeitura foram vistos trocando a placa com novas datas de entrega. 

Tentamos entrar em contato com o prefeito da cidade para saber o que aconteceu com dinheiro da obra, mas até o fechamento da matéria não tivemos retorno.