O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) abre, no dia 1º de fevereiro, o sistema eletrônico E-Contas para que os ordenadores de despesas dos órgãos da administração direta e indireta do Estado, da Prefeitura de Manaus e dos municípios do interior do Amazonas prestem contas do exercício financeiro de 2019.

Os gestores têm até 31 de março deste ano para encaminharem as prestações de contas do ano passado à Corte de Contas, sob pena de multa em caso de inadimplência.

De acordo com o TCE, no ano passado, 344 gestores deveriam prestar contas ao Tribunal. Desse total, apenas 14 gestores não encaminharam os dados dentro do prazo.

A Corte de Contas alerta os gestores que se atentem ao prazo para a entrega das prestações de contas. É importante enviar as prestações de contas ao TCE no prazo estimado até às 23h59 do 31 de março, pois no caso de inadimplência, o gestor poderá ser multado e ter as contas reprovadas pelo colegiado no julgamento das contas.

Desde 2015, a Corte de Contas do Amazonas adotou o sistema eletrônico E-contas que pode ser acessado pelo link: http://econtas.tce.am.gov.br para envio da prestação de contas pelos gestores e ex-gestores do Estado. O sistema funciona como um setor de protocolo eletrônico para o envio dos documentos, de acordo com o secretário de Tecnologia da Informação (Setin), do TCE-AM, Allan Bezerra.